sábado, 26 de novembro de 2011

Benfica: semana louca termina com saldo positivo

Terminou hoje uma das semanas mais intensas do Benfica era Jorge Jesus. Depois de na Terça-Feira passada o Benfica ter arrancado um empate precioso no mítico Old Trafford (2-2), hoje venceu o eterno rival na Luz por 1-0 (Javi Garcia).

Contrariamente ao que pensei há poucos dias, o Benfica não está tão mal como parecia. É certo que já não é aquele rolo compressor que foi nos últimos 6 meses de 2009, mas parece que está mais sólido que o ano passado. (Ao menos isso)

Existem opções válidas e firmes do meio campo para a frente. (O mesmo já não se pode dizer do meio campo para trás.) O Bruno César, jogador de quem falei muito mal no início do campeonato, conseguiu retirar do onze aquele que foi o melhor jogador do Benfica no início do campeonato: Nolito.

Contam-me que ele (Bruno César) é médio-centro (10) e não médio esquerdo, mas a verdade é que, apesar de não ser um Di Maria (gazua penetrante super rápida), ele consegue (pelo menos) segurar a ala esquerda - defender quando é preciso, atacar, marcar e dar a marcar (como se viu no 2º golo do Benfica em Manchester).

Outro jogador em nítida ascensão é o hispano-brasileiro Rodrigo Moreno (4/5 golos no último mês e meio). Tem-se revelado uma alternativa válida a Cardozo, chegando ao ponto de ser ele (e não Cardozo) o escolhido para enfrentar Rio Ferdinand e companhia. Nada mau para um miúdo de 20 anos.

Com a expulsão do Cardozo no jogo de hoje (Obrigado, Cardozo!), e se não houver lesões (*toc toc toc*), o Rodrigo pode agarrar o lugar de um modo que pode "forçar" a saída do Tacuara do Benfica.

Vamos ver.

Em relação ao jogo de hoje, foi o que se previa: um Sporting muito forte e muito melhor que o do ano passado (outra coisa não seria de esperar tendo Carlos Freitas e Domingos no leme); um estádio cheio e um ambiente fantástico. A TSF disse, e com razão, que "faltaram mais golos". Por mim tudo bem, desde que tivessem sido do Benfica. (tu dum tsss)

O Domingos disse, e com razão, que ninguém vai ser campeão se vencer o derby. Este jogo não decide nada em termos de campeonato, mas pode dar uma força anímica acrescida a um Benfica sempre dado a oscilações psicológicas.

Esta distância de 4 pontos no final da 1ª volta (que, tecnicamente e estupidamente, contam como 5) podem dar uma margem de manobra em relação ao Sporting no caso deste superar o FC Porto - o que não seria de estranhar se levarmos a forma como estes têm jogado.



Simão | Myspace Video

Uma marca digna de salientar é que Jorge Jesus bateu um recorde com mais de 20 anos: o maior número de jogos seguidos (a partir do início do campeonato) sem conhecer o amargo sabor da derrota. Se a isto acrescentarmos que no ano passado o Benfica teve um série impressionante de 16/17 vitórias consecutivas em todas as provas, podemos vêr que o lagarto Jorge Jesus está a deixar marcas.

O tempo agora é de recuperar o Luisão (não jogou hoje) e investir no Nelson Oliveira e no David Simão.

PS: Soube agora que o Barcelona perdeu com o Getafe. Isto significa que o Benfica é a única equipa da Europa presente nas competições internacionais sem qualquer derrota em jogos oficiais. Parabéns ao Jorge Jesus e ao plantel. Enquanto não chega a 1ª derrota (e ela vai de certeza chegar) é bom saber isto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...